Ontem (07/08) foi realizada a primeira cerimônia exotérica do mês de agosto, o Mês do Médium para a IEED. Como de costume, antes do início da cerimônia, um dos membros da Auréola pôde compartilhar com todos os presentes suas percepções sobre a Mediunidade por meio de uma minipalestra.

O escolhido para a ocasião foi o Irmão de Umbanda Piero Paglarin. Feliz pelo convite, Piero procurou enfatizar que ainda é um aprendiz em relação ao tema. Ele citou também seu encantamento pela Mediunidade que vê se manifestar nos médiuns da IEED durante as cerimônias.

Além disso, o Irmão ainda deixou claro que, na sua opinião, o maior objetivo da Mediunidade é a prática da caridade.

Leia abaixo, na íntegra, o depoimento apresentado pelo Irmão Piero Paglarin na primeira cerimônia de Umbanda da IEED neste mês de agosto:

‘Oportunidade’. É assim que vejo o convite feito a mim para falar sobre minha percepção em relação à Mediunidade.

Desde que comecei a frequentar a IEED, em todos os meses de agosto, ouvi com atenção muitos respeitados e experientes membros da Auréola falarem sobre como a Mediunidade mudou suas vidas.

De tudo o que ouvi e aprendi e do que vejo nas cerimônias IEED, concluo que a Mediunidade é um presente, um dom que o Criador deu a todos os seres humanos, mas que somente alguns têm a chance de perceber e desenvolver.

É sabido que a Mediunidade tem várias formas de se expressar, como a incorporação ou o simples dom de ouvir o próximo, mas talvez o mais incrível seja o fato de que a Mediunidade representa uma troca: para nos desenvolvermos espiritualmente, temos que ajudar o próximo, para que assim nossa caridade ajude nosso desenvolvimento.

Então, independente da forma como a Mediunidade se manifesta, sabemos que o objetivo dela é o mais belo da espiritualidade: ajudar quem precisa.

Reverendíssima, em um de seus textos, descreve que ‘ser médium é ter em si desabrochadas as faculdades da alma’ e que a Mediunidade é ‘sentir o esplendor das Forças Supremas’.

Creio que eu ainda não consegui desenvolver minha Mediunidade da forma que quero, então, continuo me esforçando. Enquanto isso, sigo aprendendo com os médiuns da IEED, a quem eu tanto admiro.”

Hosanas à força da Mediunidade, Hosanas ao Mês do Médium.