A última terça-feira (21/08) marcou a terceira palestra do Mês do Médium, como agosto é conhecido para a IEED. Assim, antes da Reunião de Kardec do dia, a Aspirante Erika Iagallo brindou a todos os presentes com seu depoimento sobre a Mediunidade.

Erika comentou sua gratidão por ter nascido em uma família espiritualizada, e disse que por isso convive com a Espiritualidade desde cedo. Estudiosa, a Aspirante começou sua caminhada espiritual em um centro Kardecista e desde já buscou aprimorar seus conhecimentos. “Cresci no Kardecismo.” (…) Sempre tive curiosidade, sempre li muito sobre Espiritualidade.”

Sobre seu início na IEED, anos atrás, ela afirma: “Meu namorado, que hoje é meu marido, me trouxe para a Irmandade.” Porém, Erika se afastou por um tempo da Casa, e no dia que voltou, coincidentemente, assistiu a uma palestra sobre Mediunidade que um reverendo ministrava, e que citava a importância do estudo sobre o tema da Espiritualidade. “Naquele dia, me senti abraçada novamente”, ela relembra.

Então, Erika continuou seu depoimento fazendo uma bonita relação entre a Espiritualidade e a física quântica, a ciência. Ela embasou seus dizeres com ensinamentos e trechos de livros que leu, incluindo “Missionários”, escrito por Hilda Roxo em 1949.

Aliás, um ensinamento de Reverendíssima Maly Hilda marcou muito a Aspirante Erika: “Sempre consideramos o ensinamento máximo de Jesus, que é ‘Amai a teu próximo como a ti mesmo’. Caridade e Mediunidade são coisas muito ligadas. Todos somos médiuns e somos medianeiros do amor”, disse ela, que ainda deu exemplos de Caridade, como estender a mão ao próximo. E foi com chave de ouro que ela encerrou sua rica fala: “A faculdade maior que existe é a faculdade mediúnica do amor, pois podemos sempre levar esperança ao próximo.”

Hosanas à Mediunidade, Hosanas ao Mês do Médium