IEED - Irmandade Espiritual Estrela D'Alva

Site oficial da Irmandade Espiritual Estrela D'Alva - SP

Mariane

Na volta de um anjo a sua morada, Deus convocou o sol a celebrar a liberdade

A Solenidade de Oxóssi dava os seus primeiros acordes. Ela chegara com a mãe e a irmã e, sentada numa cadeira, era saudada pelos caciques e curada pelos pajés do Espaço. Mal sabiam os terrenos o que o templo e seus Guias já enxergavam: aquela era a última vez. Em si mesmo, Mata Virgem pensou: “Ela está se desligando da Terra”.

Volto vinte anos no tempo, em que ainda era Mocidade. Vivi toda a adolescência com os pés fincados firmes naquela estrutura espiritual. Lembro-me de que Mariane falava como se o mundo fosse acabar. Era a repórter da TV que amava a Xuxa e os New Kids. Brincava e imaginava como se, tal qual o Menino Maluquinho de Ziraldo, nunca mais conseguisse segurar a vida.

Teve com o tempo uma relação ao mesmo tempo cordial e conflituosa. O senhor das horas não permitiu que ela crescesse e, assim, experimentasse as más astúcias da vida madura. Alma valente que era, suportou por três décadas a mais dura das missões. Aprisionada numa veste declinante dotada de mente errante.

E então a doce criança confirma a profecia dos Guias e sem sobressaltos se vai. Ainda que vez por outra perdesse a calma, deixou pela estrada um caminho florido pela mais pura inocência. Não à toa, na despedida havia flores e uma sinfonia de pássaros. Eram os anjos celebrando a volta de um dos seus.

É claro que a dor despertou latente. Porque Cenira foi obrigada a ver a filha partir. Porque Cristiane teve de equilibrar-se entre a lágrima e a necessidade de virar alicerce de tal transição. Mas, se não a pôde amenizar, a vida transformou a tristeza em beleza. Porque uma existência foi, a seu jeito, amada. E, a seu jeito, também amou.

Não é mais daquele jeito. Seu verdadeiro eu enfim se mostrou: uma linda mulher de cabelo cacheado, vestido cor de rosa e sorriso iluminado. O pai, de tão forte ligação, a levou pelos braços. Mariane nunca foi deste mundo. E agora finalmente vai viver.

Vai com Deus, menina.

4 Comments

  1. Muito emocionante esse texto.
    Você consegue transformar nossos sentimentos em palavras tão expressivas.
    Parabéns por isso.

  2. Parabéns Felipe, mais uma vez vc mostra que domina muito bem a arte de colocar em letras, os sentimentos humanos e deixa claro como eles podem ser elevados pela vida espiritualista que escolhemos.

  3. Lindas palavras, mesmo sem conhecer a Mariane, consegui vê-la através da mensagem, parabéns!!

  4. Lindo!!! Lindo!!! Lindo!!!
    Me deixou profundamente emocionada!!!
    Lindo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Optimization WordPress Plugins & Solutions by W3 EDGE