Saudações à Kimbaô

Rev. Ayrtis Manoel Frederico de Aguiar Bity, na preparação da primeira Cerimônia de S.S. Kimbaô.


Altar da Capela de S.S. Kimbaô no Templo do Sol.

Temos o dever de procurar esclarecer o motivo por que apenas nós fazemos uma solenidade que Kimbaô e temos um local chamado "Cidade de Kimbaô". Reverendíssima Maly Hilda recebera a ordem de construir aquela capela com aquela ornamentação. Ela preparou então o local e recebeu ordens para fazer os trabalhos com toque de tambor, bumbos, etc., que até então não eram mais utilizados. A Fundadora ficou perturbada! "Por que isto agora?" Mas, como soldado que é, fez o que foi determinado pelas entidades. Cumpriu a ordem e fez a cidade modesta que conhecem. Os que fizeram o curso mediúnico, conhecem as árvores correspondente aos planos. A fundadora nos seus estudos, no seu laboratório espiritual, chegou à conclusão que: Se na Terra há Planos também os há no Espaço e surgiram as 7 Árvores Espirituais que estão no templo de Sua Santidade Kimbaô. A Mestra fez estudo da evolução espiritual, quando ultrapassada a 1ª Aula é que começa o caminho da espiritualidade para o homem, isto é, está espiritualmente em embrião, a 2ª Aula é o despertar da Alma, e assim por diante. Ontem tivemos a felicidade de conhecer o Mestre Kimbaô no seu trabalho de agricultor, que planta a semente e não deixa as ervas daninhas prejudicarem seu crescimento.


S.S. Kimbaô faz com que se mantenha em condições de vida a raiz da semente espiritual de cada um. O que pode prejudicar, como micróbios que atacam a raiz da nossa árvore espiritual, micróbios estes representados pelos nossos defeitos e vibrações do que é negativo, é afastado porque S.S. Kimbaô faz o trabalho de limpeza dessa raiz da nossa árvore espiritual. É um trabalho de Gênese, de início, para que nossa árvore possa produzir e dar bons frutos para Jesus. Estas Aulas foram traçadas por Reverendíssima (Maly Hilda). Não há similar no mundo, a não ser que sejam cópias destas.


Ontem, S.S. Kimbaô deu-nos um presente e veio nos mostrar a razão de ser deste trabalho e porque a utilização de tambores. Ensinando-nos, explicando-nos o que a Mestra vem pregando. Pediu que meditássemos sobre a palavra de um Espírito de Luz antes de falarmos e criticarmos. O seu trabalho de primitividade terá que ser feito.



"Afinal, quem sou eu ? Só venho receber o produto. Onde há produto para receber eu estou. Preparo, aumento, acerto e entrego direto à Jesus. Minha última encarnação foi na Pérsia. Meu trabalho é dançando porque tudo que é ligado a Gênese também está ligado a dança. A roupa é dos povos africanos por causa da origem do Brasil. Os bailarinos são meu ponto de apoio e sem eles meu trabalho trona-se muito difícil. É muito emocionante e fico feliz, meus filhos, por sentir que me querem tanto e não me conhecem." S.S. Kimbaô.


Se nós fizermos germinar a semente da nossa alma e não deixar que esta semente murche e chamar diariamente S.S. Kimbaô pedindo-lhe para tirar as ervas daninhas e micróbios que podem matar nossa semente - Este é o trabalho feito por S.S. Kimbaô - Se fizermos germinar a semente da nossa árvore espiritual aí não precisamos mais nada na religião, porque despertamos nossa missão.


Este é o Mestre que a Irmandade Espiritual Estrela D’Alva tem o prazer de comemorar nesta solenidade.


Hosanas! Que possamos diariamente chamar Mestre Kimbaô, pedindo proteção para a raiz da nossa árvore espiritual.

Hosanas a S.S. Kimbaô!



___________________________



72 visualizações0 comentário