Ser Espírita

Por : Latholis - Jornal Filhos do Sol, nº136 - Outubro de 1967.

Imagem do Wix

É frequente, quando alguém se diz espírita, notarmos reações de algo só para tolos, de desprezo como diante de assunto nojento e até de pena, como se estivessem na presença de débil mental.


No Entanto, quando falamos no Espiritismo praticado na Irmandade Espiritual Estrela D'Alva, e pregado por por Reverendíssima Maly Hilda, ou pelas Santidades, quando se menciona o Espiritismo como veículo de elevação do Homem nesta vida, como preparação para uma outra ( A Eterna), se dizemos do Espiritismo que tratava contato com Guias Superiores, que nos mostram como compreender nossos semelhantes e a nós mesmos, vem, então, outra reação: -"Bem, mas não é isso que comumente se ouve dos Espíritas."


E embora com tristeza quase saibamos o que vamos ouvir, lançamos a pergunta: O que tem você ouvido a respeito de Espiritismo? O que lhe dizem os que são Espíritas frequentadores de tais seções?


Se é "Médium" vive a contar os "Maravilhosos Trabalhos" que o seu Guia faz, os casos que resolveu para seus consulentes, curas, adivinhações. Contam, em lances espetaculares, rituais bárbaros, nos quais se mete, sem talvez conhecer deles o significado; tem soluções para todos os problemas que lhe são expostos; sabe a resposta para tudo e faz logo cara de quem está antevendo o final de qualquer fato que aconteça.


Se é Assistente, diz que vai toda a semana ou todo mês aos Centro ou Terreiro para "se descarregar" e explica, tim tim por tim tim, como foi feito o trabalho com o qual conseguiu o emprego, dinheiro, amores. Enfim, como negociam com um espírito que talvez, sem que ele saiba, era do plano igual ao seu ou mesmo inferior.


Médiuns e Frequentadores vivem como bem entendem e depois ainda dizem muito cheios de si:


Há ainda, os que, pretendendo protege. Conheço um "Protetor" que resolve todos os meus casos!


Há ainda os que pretendendo mostrar que pertencem a uma religião "muito evoluída", dizem abertamente: " Na minha religião nada é proibido. Não condenamos ninguém. E por isso que gosto do Espiritismo."


É meu amigo, você tem razão em não ter bom conceito do Espiritismo e mostra-se surpreso em ouvir falar do que se vive e aprende em Estrela D'Alva. Tem muita razão ...


Quantos de nós Médiuns e Assistentes, estaremos vivendo o Espiritismo que aprendemos com nossos Mestres?


Quantos de nós estaremos contribuindo para a desmoralização daquilo em que dizemos crer e amar?



Latholis

Jornal Filhos do Sol - Ano 22 - nº136

Outubro a Dezembro de 1967.




#ieedeusou #irmandadeespiritualestreladalva #espiritismo #espiritualismo #umbanda #kardec #religião #mediunidade

85 visualizações0 comentário