No dia 12/09, a segunda terça-feira de setembro – o Mês Santifical – a vez da presidente administrativa da IEED-SP, Revda. Maria Estela Abade, falou sobre a Reverendíssima Maly Hilda.

Em seu depoimento, a reverenda começou exaltando a Lua Minguante – irradiadora de Emoção – que se fazia na ocasião.

Revda. Maria Estela relembrou também brevemente da palestra da terça-feira anterior, proferida pela Revda. Ana Cristina Mussi, que apontou as formações e profissões de Hilda Roxo quando viva, e deixou claro que iria abordar outro aspecto de Reverendíssima em sua fala.

Na sequência, ela externou a todos seu amor pela IEED: “A Obra é maravilhosa! Quanto mais você estuda, quanto mais você busca, quanto mais você se aproxima, mais você se apaixona…”. Então, a presidente da IEED-SP começou a discorrer sobre as diversas religiões que, direta ou indiretamente, têm influência na Irmandade. “Nós nos dizemos espiritualistas, e para sermos espiritualistas, temos praticamente todas as forças religiosas que existem nesse continente. Temos coisas católicas, coisas espíritas, coisas budistas, wantuístas, mahometanas; temos vários aspectos que, juntos, resultam na Irmandade Espiritual Estrela D’Alva, fundada por Maly Hilda.”

Na sequência, a reverenda comentou sobre a fé que o Missionário tinha nas pessoas que formam a IEED: “Fomos (membros da Escola) resgatados pelo amor de Hilda, pela dedicação, sofrimento e, principalmente, pela crença dela em nós”.

Finalizando seu discurso, Revda. Maria Estela pediu para que, por um momento, todos se atentassem a um determinado trecho da música entoada nos trabalhos semanais: “Wandú, quanta luz, quantas flores espalhadas sobre a terra… nós somos uma delas…”. “Somos flores do Jardim de Maly Hilda!”, concluiu a palestrante.

Hosanas à Maly Hilda. Hosanas ao Mês Santifical.